domingo, 22 de Novembro de 2009

elemento teleológico

passaram bestas por esta espelunca. bestas que nós somos, inconscientes da alma. pouco se soube da especulação e da teoria-fundamento. uns nadas-a-ver metidos aqui neste espaço, uns outros só motivados pela alheia fêmea, outros que pouca honestidade tinham, buscavam antes uma excrescência do ego e umas explosões furiosas do seu autor real. uma imaturidade. o principal dinamizador cansou-se da falta de estímulo que este grupo lhe proporcionava, do sentimento de propriedade de uns dos elementos, dos baixos instintos ressentidos presentes, da falta de vigor intelectual. a acção da maioria: a reprodução em vez da emissão. decidiu pôr fim a isto tudo. reside aqui alguma verdade. o seu lugar é o todo, é o mundo, mesmo que em partes. não um propriedade rural no cimo de um pseudo-monte.

Carlos Vinagre

continuação: carlosvinagre.blogspot.com

Sem comentários:

Enviar um comentário